sábado, abril 28, 2007

Problemas de Logística

O Rio Grande do Sul terá uma super safra de soja neste ano. Grande parte será exportada via porto de Rio Grande e mais de 50% será exportada para a China.

Com esta super safra se aproximando não há silos suficientes para estocagem do grão.

Os chineses, já atentos a esta dificuldade brasileira de estocagem, estão reduzindo a velocidade de compra da soja.

Estratégia empresarial sendo utilizada com economia pura. Com esta postura os chineses buscam forçar uma redução nos preços do grãos, que não terão como ser estocados e sobrarão grãos ao relento.

Este é um problema que a empresa corre por estar com clientes concentrados e estes conhecerem as dificuldades da empresa ou do setor. Seria necessária uma previsão de acontecimentos, sejam eles acontecimentos positivos (super safra) como negativos (falta de silos).

quinta-feira, abril 26, 2007

Embrulhando o Pacote



Fonte: Sponholz

Aviso

Aviso aos leitores do blog que amanhã e sábado não estarei on-line. A volta ao blog se dará somente no sábado à noite ou domingo.

Oferta e Demanda (II)

Ainda sobre a questão dos preços dos repelentes. Não obtive nenhuma informação sobre os preços dos produtos nas cidades com identificação da epidemia de dengue.

Mas no noticiário estadual, chamado aqui de Jornal do Almoço, noticiaram que a demanda por repelentes dobrou desde a confirmação da dengue.

Agora resta saber se ocorreu a variação de preços.

Lustre seu Cartão

Agora em Porto Alegre aquela lustrada no seu sapato poderá ser pago com cartão. A notícia está aqui.

quarta-feira, abril 25, 2007

Fechar a Economia

O governo está fechando a economia brasileira. Aumenta em 35% a tarifa de importação de produtos têxteis e calçados. Nada de surpresa, levando em consideração o responsável pela pasta.

A saída para as empresas não é somente aumentar tarifas e com isso pretegê-las. O governo fará isto para todos os outros segmentos que estão sendo atingidos pelo dólar neste momento?

A reestruturação das leis trabalhistas, reformas tributárias seriam alguns fatores que poderiam trazer competitividade às indústrias brasileiras.

Mas claro, isto talvez não se tenha competência de fazer no Brasil.

Um Bate Papo

Dois alunos, um de Economia e outro de qualquer outro curso.

- Vocês economistas são muito malvados e calculistas. Não são solidários.
- Será que você tem razão?
-Claro, veja só. Vocês não aceitam nem que o governo gaste mais do que arrecada! E o social? E o social? É só o financeiro?
- Você pretende ter filhos?
- Claro, não sou economista (riso sarcástico).
- E você quer que ele exerça sua liberdade plena?
- Claro, não sou economista (mais risos sarcásticos).
- Então você acha justo que ele pague pela dívida pública que você está criando com sua irresponsabilidade fiscal?
- Não.
- Então, quem é o malvado?
- Ehr..bem...veja...você não está entendendo...eu disse...ahh
- Não, não. Tá bom. Já vi que você entendeu. Tá até tossindo.

Moral da história: no longo prazo, você estará morto. Mas seus netos podem pagar pelos seus erros. Mané!

Outra Charge



Fonte: Sponholz.

Charge do Dia


Fonte: Sempre inspirado Sponholz.

Phelps

Ontem na palestra concedida na UFRGS, Phelps disse que o grande problema do Brasil está nas leis trabalhistas:

Segundo Phelps, a legislação trabalhista brasileira, a qual conheceu recentemente, é baseada em leis italianas do começo do século passado e impede um dinamismo maior da economia. Por isso, diz, o novo ciclo de investimentos no país depende de reformas institucionais:

- Sempre me perguntam se a China será líder mundial. É possível, mas depende de reformar suas instituições para permitir dinamismo e inovação. O Brasil tem necessidade de uma economia mais dinâmica.

Série de Preços (1)

Primeiramente peço desculpas por não ter colocado a relação dos produtos com os respectivos preços na data de ontem, mas acabei não tendo tempo de fazer o levantamento.

Mas agora pela manhã fui ao super para fazer o levantamento dos preços.

Informações:

  • A pesquisa foi realizada no super Nacional (rede Wal-Mart);
  • A lógica nos diz que com a proximidade do inverno a demanda por inseticidas tende a diminuir, o que se confirmou através de conversa com a gerente da unidade;
  • Estamos então com diminuição de demanda, o que nos leva a manutenção dos preços ou diminuição deles;
  • Foram levantados os preços de 20 produtos, divididos entre repelentes aerosóis e repelente corporais;
  • Espera-se que com a divulgação do surto de dengue no estado a demanda por inseticidas aumente e isto venha a se refletir nos preços dos respectivos produtos.

Lista de preços:

Repelentes Aerosóis

  1. SBP - Barreira Protetora - R$7,69
  2. SBP - Mata Mosca e Pernilongos - R$6,55
  3. SBP - Multi Inseticida - R$5,97
  4. Baygon - Ação Total - R$4,75
  5. Baygon - Multi Plus - R$5,95
  6. Rodox - Martéin - R$5,85
  7. Rodox - Ação Total - R$5,48
  8. Rodox - Ultra - R$5,48
  9. Rodox - Energy Ball - R$6,24
  10. Mat Inset - R$5,65
  11. Raid - Dupla Ação - R$6,45
  12. Raid - Multi Insetos - R$4,75
  13. Raid - Ação Total - R$6,15

Repelentes Corporais

  1. Auton - R$5,45
  2. Repelex - R$6,68
  3. No Inset - R$11,59
  4. Off! - R$10,85
  5. Detetizados - R$9,59
  6. Off! (Diferença na Tampa) - R$7,99
  7. Repelex (Diferença na Tampa) - R$8,37

Gostaria muito de ter informações dos mesmos produtos em municípios que já estão tendo problemas confirmados da dengue. Caso algum leitor seja de algum município que esteja sofrendo da epidemia e quiser contribuir com estas informações ficaria muito grato.

terça-feira, abril 24, 2007

Oferta e Demanda

O estado do Rio Grande do Sul está vivendo um início de epidemia de dengue. Aqui em Santa Cruz do Sul ainda não fomos atingidos pelo problema e espero que não sejamos.

Você deve estar se perguntando, mas o que isto tem a ver com economia?

Estou pensando no princípio básico da economia que é a lei de oferta e demanda. Epidemia de dengue aumenta consideravelmente a curva de demanda por repelentes dos mais diversos. A dúvida que tenho, e eu não conseguirei medir isto in loco, é se ocorreu aumento nos preços do repelentes nos municípios já atingidos.

Na minha ida hoje ao super, farei o levantamento dos preços e o acompanhamento dos mesmos até que esta epidemia seja controlada pelos órgãos responsáveis.

Claro que assim que voltar do super estarei postando os preços e estarei mantendo os leitores informados de possíveis mudanças.

Muitos podem achar que seja uma atitude simples, mas tem a intenção de chamar a atenção de que a teoria econômica está presente em tudo na nossa vida.

Prêmio Nobel

Estará hoje em Porto Alegre o vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2006, o economista Edmund Phelps. Ele estará no salão de atos da UFRGS. As inscrições já estão encerradas.

domingo, abril 22, 2007

Apresentações

Grande Shikida em noite inspirada, pode ser conferida aqui e aqui. Quem é Shikida? Grande economista do De Gustibus.

Coisas de Brasil

A cada dia este país nos surpreende mais. Isto é vergonhoso para as pessoas que ainda possuem alguma esperança neste país.

Alguém pode por favor me dar alguma esperança que um dia teremos condições de estar entre os países de ponta?

Lula diz que só com uma bomba de pessimismo para o Brasil não ingressar nos países desenvolvidos. Acho que deveríamos estar pensando justamente ao contrário, só com uma bomba de positivismo para ingressar nos países desenvolvidos.

Parece que é isto que nosso presidente quer passar, fazer com que as pessoas acreditem que somos um país com alto índice de desenvolvimento. Abram os olhos, podem estar querendo vender gato por lebre.

Ministérios