quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Globalização

Aqui no Rio Grande do Sul temos um programa chamado de "Conversas Cruzadas", que ocorre todas as noites no canal TVCOM, canal que faz parte do Grupo RBS.

Ontem a noite tivemos o debate sobre a Campanha da Fraternidade que a Igreja está propondo para este ano.

Estavam presentes representantes da Igreja e também o presidente do Instituto de Estudo Empresariais, Instituto este organizador do Fórum da Liberdade.

Enquanto o presidente do IEE estava falando sobre Cuba e sua grande desigualdade gerada, também por Fidel e o modelo econômico utilizado. Foi interrompido por um representante do Movimento da Fé e Politica da Igreja Catolica mencionando que o embargo econômico realizado pelos EUA seriam o gerador da desigualdade de Cuba.

Veja relato sobre a globalização (necessário registo rápido) retirado da proposta da campanha. Onde menciona que a globalização trouxe injustiça social. Logo, pela lógica aplicada pela Igreja, se a globalização trouxe injustiças sociais para Cuba o embargo deveria ter servido um fator positivo à redução da desigualdade.

Parece que o discurso utilizado pelos representantes da Campanha da Fraternidade é um tanto contraditório.

Papel das Empresas

Muito se debate sobre a responsabilidade que uma empresa possui no âmbito social de um país. O meu entendimento sobre o tema passo a relatar abaixo.

Escutei de um consultor a teoria que utilizo para exemplificar o papel da empresa perante a sociedade.

A empresa tem como papel principal gerar lucro, a maior contribuição na área social é a geração de lucro, pois através desta, gera-se postos de trabalho e impostos. Deixe para o governo gerir os recursos oriundos dos negócios realizados pelas empresas.

Não existem distribuição social sem estar precedido de geração de riqueza.

segunda-feira, agosto 24, 2009

Nova Gripe

Aqui no Brasil sempre temos algum acontecimento a ser colocado na mídia para que se evite o foco no que realmente acontece no país.

Pego como exemplo a Gripe H1N1, gripe que comprovadamente tem a mortalidade igual a outra gripe comum, mas que está tendo evidência exagerada em todas os meios de comunicação.

Durante este período, tivemos a maior crise do senado brasileiro e a repercussão foi abafada, a interferência do governo federal também o foi. Tivemos ainda a crise do partido que se julgava o mais ético do país, com a saída de uma de suas líderes.

A estatística é simplesmente deixada de lado, ops!!! Políticos não sabem o que é estatística.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

Volta da Atividade

Depois de mais de um ano sem fazer um post, por motivos pessoais de trabalho, estou retomando novamente o blog.

Tentarei colocar diariamente algum tema para que possamos debater.

Apoiadora desta volta foi a Anita, do Instituto Millenium.

Agradeço aos visitantes que diariamente vistaram o blog, mesmo com ele desativado.

segunda-feira, julho 14, 2008

Produtividade do Capital Trabalho

Imagine você, gestor da área de produção, sendo cobrado pelos ID's de produtividade da fábrica. Fico a imaginar a explicação na reunião de análise crítica do motivo do CPV não ter ficado dentro da meta estabelecida.

Vídeo gravado pelo colega de curso de Economia da UFPel, Martin.

sábado, abril 12, 2008

Lado Positivo da Inflação???

Nosso Ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que a inflação causada pela suba dos preços dos alimentos poderá favorecer o Brasil.

Confesso que não tenho boas recordações do tempo de inflações astronômicas e não gostaria de ter de viver novamente com aquelas épocas.

Mas a afirmação do Ministro em nada me surpreende, pois a escola econômica da qual faz parte pensa que inflação tem seu lado positivo. Pessoas sóbrias necessitam estar atentas à declarações perigosas como esta.

Me recuso a aceitar que inflação possa vir a contribuir com o desenvolvimento do país, pois se assim fosse, teríamos tido crescimentos também astronômicos nas décadas de 80 e início de 90.

A estabilidade econômica nos proporciona segurança e planejamento, o mais importante ponto para o desenvolvimento econômico e social de um país, de uma empresa e da própria pessoa física.

Pare e pense no que você já conseguiu melhorar em sua vida depois da estabilidade econômica. E se você ainda assim acredita em momentos melhores com inflação traga seus argumentos nos comentários abaixo.

segunda-feira, novembro 05, 2007

O Mundo é Mal

Depois de um longo tempo sem postar, deixando criar teia de aranha resolvi voltar a postar algumas coisas.

Começarei pelo velho debate que deixa os ambientalistas de cabelo em pé.

Segundo Luiz Carlos Baldicero Molion o planeta está começando uma fase de resfriamento, e que as teorias de aquecimento global seriam apenas uma tese defendida para eleger Al Gore para a presidência dos EUA.

Eu sei que fazia muito tempo que não passava tanto frio como neste inverno aqui no sul do Brasil.

domingo, julho 29, 2007

Vaias no Encerramento do Pan

Parece que o público percebeu que a única coisa que políticos precisam fazer é administrar recursos que outros precisam lutar para conseguir produzir. E nem ao menos isto conseguem fazer eficazmente.

As vaias novamente aconteceram no encerramento do Pan quando foram feitos os agradecimentos aos políticos (federal, estadual e municipal). A população mais alfabetizada não quer mais ser sugada por políticos incompetentes.

Espero que parte da população, ainda anestesiada por certos incentivos governamentais, consigam perceber que não há país sem setor privado e sem políticos honestos.

quinta-feira, julho 26, 2007

Lá vem o PAC, PAC aqui PAC acolá...

Neste paiséco de quinta categoria no que diz respeito a entender de orçamentos, qualquer remanejamento de orçamento vira questão do PAC.

A última é o remanejamento de parte do orçamento geral da união, que alguns insistem em dizer que é o PAC. Estão remanejando R$2 bilhões para o setor aéreo.

Veja a declaração do ministro de planejamento: “Não tenho dúvidas de que [as empresas] vão colaborar. A conversa foi em bom tom".

Ainda não entendi, as empresas terrão que entrar com as soluções para o caos criado pelo mau gerenciamento governamental?

Privatização

Tenho a certeza de que caso este fato estivesse ocorrendo no governo dos neoliberais já estaríamos escutando gritos e agitos em áreas da política brasileira.

Como eu não tenho tempo para fazer estes tipos de protestos, deixo aqui minha contribuição. Parece que a esquerda virou neoliberal.

Como estou me divertindo com os atuais governantes.

Pergunta: Onde está a oposição?

sexta-feira, julho 20, 2007

Gestos Vergonhosos

Ontem saiu a notícia de que haveria ocorrido uma falha no reversor do avião. Não vou pegar a declaração do presidente da TAM por considerar que é sempre melhor ouvir opinião de especialistas na área.

Fico então com a afirmação de quem entende sobre o assunto: "É possível pousar em Congonhas sem nenhum dos reversores em dias secos e com apenas um funcionando em dias de chuva" - afirmou o piloto, especialista em investigação de acidentes aéreos. Você pode conferir a afirmação no link acima.

Posto isto, afirmo que a ingerência do governo federal torna-se mais evidente. Vejamos, quando se está gerenciando algum projeto ou uma situação como esta que se colocou (liberação de uma pista com obra inacabada) você necessariamente tem de trabalhar com pelo menos três cenários de riscos possíveis.

No caso específico do grooving da pista de congonhas, quem fez a liberação da pista deveria ter levado em consideração algumas situações:

  1. Pista seca sem problema com a aeronave;
  2. Pista seca com problema na aeronave;
  3. Pista molhada sem problema na aeronave;
  4. Pista molhada com problema na aeronave.

Provavelmente tenhas várias outras situação que possam ser formuladas, não quero aqui esgotar as possibilidades.

Levando em consideração de que i. há a possibilidade de ter ocorrido falha no reverso; ii. pista molhada, iii. avisos anteriores sobre a pista escorregadia. A presença do grooving na pista se torna ainda mais necessária. Vejam, isto é a interpretação lógica da situação que se apresentava.

Diante de tudo isto, o que mais me deixou perplexo foi a reação neste vídeo de um dos inúmeros assessores do governo federal, quando da reportagem no Jornal Nacional. A dica do vídeo veio do De Gustibus. Vejo nesta atitude a total falta de consideração com familiares que estão sofrendo a perda de pessoas queridas, com os usuários do transporte aéreo e principalmente com o povo brasileiro. Demonstração clara de que apenas estão interessados no poder que atualmente estão usufruindo.

Educação e respeito, parece que não acompanham o governo federal e muito menos conhecimentos gerenciais.

Comunicado

Gostaria de comunicar aos leitores deste blog que depois de um longo período desempregado finalmente consegui minha colocação no mercado.

Estarei colaborando com a Mercur. Durante esta semana estive um tanto enrolado, aula e outros compromissos, e por este motivo os posts foram poucos.

Seguirei postando, mas no período da noite. Eu diria que, não o fato do blog mas, escrever se torna um vício muito agradável e sem o qual não conseguiria mais ficar.

Uma semana com tamanha tragédia, inclusive com um colaborador da empresa onde irei trabalhar, para mim está terminando muito positiva. Faço um agradecimento público à todos que de alguma forma estavam torcendo por mim.

quarta-feira, julho 18, 2007

Escutem os Técnicos

‘Era para ter acontecido antes’, diz piloto da TAM. Pela declaração do piloto da TAM, já se sabia do que poderia vir a ocorrer.

Escutem quem entende e quem vive o dia a dia da aviação. Esta também é a função de quem gerencia algo. Ouçam seus colaboradores, mesmo os mais simples, eles sempre tem alguma contribuição que pode ser útil em algum momento.

Se era para ter acontecido antes chego a conclusão de que poderia ter sido evitado.

Tragédia do 3054

Primeiramente gostaria de expressar meus sentimentos para com os parentes das vítimas do vôo 3054 da TAM. Depois disto feito vamos aos pontos que gostaria de abordar.

Há um grande problema gerencial por parte do governo federal. Visivelmente não há experiência de gerenciamento de situações de risco. Avisos foram repassados por diversas pessoas ao governo, que por sua vez preferiu colocar a culpa no desenvolvimento econômico do país, na classe média que vaia e viaja em aviões (vale lembrar que são estas as pessoas que mais pagam impostos e por conseqüência ajudam nas corrupções governamentais), na falta de orgasmo dos brasileiros (relaxe e goze) ou talvez ainda em São Pedro que faz chover em São Paulo.

Acredito que em qualquer empresa um colaborador que está há 5 anos no cargo de gerência e ainda não conseguiu dar andamento no trabalho esperado pela empresa estaria aumentando a lista dos desempregados no país. Veja bem, não são 5 semanas ou 5 meses, são 5 anos. Isto ao que me parece, demonstra a incapacidade governamental dos que agora ocupão o governo federal.

Cabe também abordar a oposição ao governo federal, são estes que deveriam estar representando as vaias de grande parte dos brasileiros que estiveram presentes na abertura dos jogos Panamericanos. Esta oposição que deveria estar pressionando o governo por segurança aos usuários do transporte aéreo. Inclusive um representante da oposição estava no vôo de ontem.

Ao que parece, os que deveriam representar, nem diria a oposição, mas as pessoas que gostariam de ver o país em situação melhor do que está não o sabem fazer.

Que situação, governo que não sabe governar e oposição que não sabe fazer oposição.